terça-feira, setembro 23, 2008

Pra treinar (e competir) direito a nutricionista falou que tem que perder 4 quilos. Não vai nem a pau, tenho dor de cabeça durante o dia e nada. Saio pra correr nesse vento ártico que faz aqui e nada.
Estou quase desistindo, até porque no final de semana entrei na Kopenhaaaaaageeeeeeen.
Raios.
Oi, fui ao spa fazer massagem com as pedras quentes. Não era de ficar pelado, Patricia, era só com a roupa de baixo mesmo. As pedras estavam PELANDO, mas a massagem até que foi boa. Só que não pagaria aquele dinheiro todo que tem na tabela da entrada por nada desse mundo. Ainda tenho mais quatro, de uma hora e meia cada. Se quiser posso escolher outras coisas, aliás. Tem coisas com leite, mel e vinho, que me fazem pensar que há um grupo de pigmeus canibais na salinha do fundo lambendo os beiços, de lanças em punho, esperando o freguês acabar de marinar.
Hoje eu não conseguia parar de cantarolar esta música enquanto operava minhas cataratas, e não sabia porque. Ao final vi que o crachá do anestesista, um grandão barbado, ostentava o nome de Stacey. Pffft. Pior que Maicon.

2 comentários:

Alessandro disse...

Tack så mycket, a Orrico foi a luz no túnel de hoje! :-) e para aumentar a babel de pequenas alegrias tocou em seguida Blondie com Call Me en español. Arriba Debbie!!!!

Patricia Scarpin disse...

Não consigo abrir o link. Droga.
Lá onde fui não era pra ficar totalmente nu, né? Mas ficar só com a roupa de baixo na frente de um cara que nunca vi na vida? Tks, but no, tks.

Tenho um dó de quem tem esses nomes horrorosos... A eterna virgem também carrega esta cruz, afinal de contas é Sandy por causa de Grease e Leah por causa de Star Wars. Mataria meus pais por muito menos, vou lhe dizer.