quarta-feira, janeiro 21, 2009


Vou morrer sem entender os Bee Gees. "Spirits Having Flown" é a música mais enigmática que há. É de embatucar, deixa a gente se perguntando como é que eles juntaram tudo aquilo: a flauta, a melodia tããão inspirada e a letra do outro mundo. Merecia ganhar um prêmio qualquer. Isto é, se a gente não levar em conta a sua marca registrada, o rolo compressor que tudo nivela ao seu padrão: os inexplicáveis falsetes. Lembro-me que ouvi falar deles, e de sua fama, antes de ouvi-los cantar. Quando tive a chance, quase caí sentado. Não acreditava que all that fuss could be about such weird voices. Fiquei revoltado, cresci assim e pra falar a verdade ainda não passou. Agorinha mesmo eles cantavam, naquela voz de gralha, "I am your hurricane..."!!! Mais pra um ventinho fresco, eu diria. Faz-me lembrar aquele outro fulano que tinha uma voz ainda mais fruta, que cantava "I am the man... who will fight for your honor". Ha.
Quer dar chilique? Pois que assuma, e cante como o Billy MacKenzie, que uiva em "The Secret Life of Arabia", do Bowie, como se quisesse libertar a mulher que tem presa dentro de si. O resultado é impagável. É engraçadíssimo, mas não é uma piada tola; é boa música. E não, não vou mandar mais arquivo nenhum, seus ingratos. Se alguém quiser vai ter que pedir.

2 comentários:

a.s.p. disse...

Ei DJ! Eu já tenho :-) Valeu, mas manda alguma pérola do Einstürzende Neubauten para alegrar a vida seus leitores. Pronto, implorei. Feliz? :-)

Patricia Scarpin disse...

Ah, faça o favor de não falar mal do Peter Cetera. Grata. :)